sábado, 14 de dezembro de 2013

Canção para Cibeli

Uma nanonotícia, ligeira, captei rapidamente
enquanto era forjado por um nanocomercial.
Meu nanoesgar de boca e olhos, incomovente,
como o de uma nanorrã, sem parental,
nem se nanoincorporou, logicamente.

Um nanosorriso para aquele um, impungente,
e um nanoabraço, aqueloutro, inconformal
resolvem minha nanoloucura, incongruente,
devolvem-me ao nanomundo artificial
e me nanotransformam, impropriamente.

Um nanoespaço, e nele caibo insabidamente,
abre-se como um nanouniverso performal.
Um nanotempo quase dedico, ilogicamente,
ao múltiplo nanoafazer, diário e intemporal
sem me nanoincomodar, virtualmente.

A nanomatéria me absorve, incontinuamente,
e nela me nanoabsolvo num frenético espiral.
O nanohumano, que se criou inobviamente,
me nanoconsome, num processo surreal,
sem me nanocomover, inamarguradamente.

O nanoprojeto que sou, inadvertidamente,
sem algum nanoprogresso catapultal,
e porque não passo de um nanodemente
não me nanosatisfaço, porque antinormal,
por dar nanoatençao àquilo que desdiz e mente.

Então, me nanoteleporto, descabidamente,
para o nanosepulcro da profunda abissal
e recrio um nanoparaíso, endeusadamente,
para que o nanoalívio de me entender normal
me nanorrecomponha, impreterivelmente.



22 comentários:

  1. Uma poesia feita de uma maneira que nunca li
    Mas falando da nossa irmã, chorei, chorei de dor
    e saudade, ela se foi, nós estamos aqui, quem sabe
    nesse exato momento ela não esteja lendo comigo
    Mano vc tem o dom divino de escrever o que me emociona
    La do alto tenho certeza, que mais uma estrela no céu
    brilhou, e junto dela foi esse poema tão profundo

    Bjusss com lagrimas

    ____________Rita!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Boa noite de sábado pra vc!

    Vim deixar meu abraço pelo ano todo que você
    esteve comigo, desejo que me 2014 nossa amizade
    permaneça sempre com muito amor e nossos sonhos
    e realizações venha com grande vitória, mais uma vez
    agradeço por tudo que ganhei nesse Blog , volto em janeiro
    Boas festas e um ano cheio de muita paz e luz!!!

    Rita!

    Ϡ₡ღ¸✿-:¦:-•´¯` ✻.¸¸.ღ♡ღ .¸¸.✻´´¯`•-:¦:Ϡ₡ღ¸✿-:¦:-•´¯` ✻

    ResponderExcluir
  3. Amigo Augusto querido, não me manifestei aqui da ocasião da "ida de sua irmã" por puro respeito, não li antes nenhum post a respeito por aqui, mas agora com o seu lindo poetar senti a sua linda alma, sei bem como é essa dor, a senti algumas vezes, nem adianta eu te dizer para não sofrer, pois vais chorar e sofrer o tempo necessário, sei que vai, estou triste por vocês, sua irmã, sobrinhas, enfim, a família!
    Lindos versos de forma diferente ao expressar, mas que tem a sua marca, a sua alma, o seu ser em dor!
    Estou pedindo "aos meus amigos espirituais" que lhe console, eles em nome de Deus farão isso e com o tempo sentirás alívio!
    Sua irmã deve estar feliz por lá, portanto fique feliz por aqui, acredito que é isso que ela quer!
    Sinta também o meu abraço bem apertado, carinhosamente, meu amigo sempre querido, mesmo em dor não deixou de me visitar e me deixar lindo comentário, obrigada!

    ResponderExcluir
  4. Eu desejo tudo de bom a voce, seus familiares e a todos nossos amigos presentes.
    Que seja a magia do amor o instrumento para a transformação de cada dia num outro ainda melhor.

    Boas Festas, muita paz.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Guto ficou simplesmente lindo, a Beli se estiver vendo, deve estar com um sorriso enorme rsrs.
    Mesmo a dor revelada no escrito mostra o amor que sentia e isso transpassa barreira.
    Uma criação maravilhosa...te amu gatão!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Oi Augusto,
    Admiro pessoas que sabem usar as palavras.
    Você e outros amigos e amigas da blogosfera,fazem isso com maestria.
    Achei emocionante o poema que vc fez à sua irmã.
    Escrito com palavras raras e bem colocadas,
    demonstrou toda sua sensibilidade e saudade.
    Na mesma semana que a Cibeli partiu,uma tia muito querida,
    também se foi,então entendo sua dor.
    Por aqui,só restou a saudade e as fotografias,
    que mostram sempre um sorriso estampado...
    Eu não saberia escrever versos elaborados ,
    então faço do seu texto,uma homenagem à minha tia Ju.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Olá Augusto
    Adorei sua criação poética, nunca tinha visto.
    Como seria esses escritos em matemática?
    Vou tentar fazer um não para o blog para mim mesma, adoro esses ensinamentos.
    Você é o cara!
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  8. Olá Augusto,

    Senti toda sua dor daqui, senti também, que essa dor é tao igual a minha....

    Belos e sentidos versos..

    Abçs

    ResponderExcluir
  9. Olá prof. Augusto. Agradeço sua visita e as palavras em meu blog.
    Muito bela a sua poesia, tem amor, luz e saudade. Descrita com a menor partícula de um sentimento, "nanossentir", ou seja poesia vinda da luz da alma.
    Olha, desejo que você e toda a sua família fique bem, encontre conforto neste momento!
    Que este final de ano seja de benção e um excelente 2014 a todos vocês.
    Saudade existirá sempre.
    Muita paz a você professor.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  10. Olá!Boa noite, Augusto!
    Como vai? Comigo, tudo em paz!
    ...sentimos dores e tristezas junto com pensamentos e nunca conseguiremos alcançar este estado de consciência e absoluto controle sobre nós e alcançar o bem estar e estado de forma adequada e nem alcançaremos a resistência a dor onde mente e corpo tornar-se-ão um, e isso independe do espaço onde estamos... a mente humana é de uma criatividade sem limites, e encara a vida ora como uma dádiva que devemos usufruir e conhecer, ora a que tem na morte a mãe de todos os sentimentos e esses choques habitam nosso corpo e nossa mente, encurralando e perturbando... mas,creio que apesar de sermos indivíduos com características próprias, e com um "tempo emocional" que deve ser respeitado, a forma como vivenciamos esse conjunto de sentimentos e emoções , é quase sempre semelhante e normal... requer um tempo para serem digeridos e resolvidos e que não pode ser apressado...cada qual no seu lugar desejado...
    ((sim, também,preferi não usar de seu espaço virtual, para não "falar" o que , talvez,não quisesse...e por mais que, no virtual,há um ser humano no teclado...preferi assim...mas, saiba que sinto muito, mesmo!))
    Agradeço pelo carinho,muito obrigado, belo restinho de domingo e feliz inicio de semana, muita paz e luz, abraços!

    ResponderExcluir
  11. Olá Augusto,

    Um poema (canção) muito interessante e representativo. Uma linda maneira de homenagear sua irmã Cibeli (pensei que fosse Cibele). Você brinca com as letras de maneira muito especial e talentosa.
    Estive aqui quando soube do falecimento de sua irmã, mas não quis registrar meu pesar pois estava com outra postagem, com comentários de seus alunos, e não havia qualquer menção ao assunto.
    Lamento muito sua perda. Sei que sua dor é grande e que somente o tempo poderá suavizá-la, transformando-a em doce saudade.

    Agradeço-lhe o carinho de suas visitas no decorrer deste ano, que muito me alegraram, pois seus comentários são muito bons, coerentes e enriquecedores.

    Desejo a você e família um Santo e sereno Natal e que 2014 seja um ano com mais alegrias e muitas realizações gratificantes.

    Meu abraço.

    ResponderExcluir
  12. Oi Augusto,

    Esqueci de parabenizá-lo pelo 'Xícara de Ouro'. Vi que seu blog também foi eleito. Muito bem merecido. Parabéns e sucesso sempre.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  13. Olá Augusto.Parabéns pelo dom maravilhoso que Deus lhe deu, conseguir colocar em palavras tão bem escritas oque vai na alma e no coração é para poucos. Parabéns também pelo premio recebido, você e seu blog merecem, compartilho com você dessa alegria, porque também a mim foi oferecido.
    Desejo a você e a sua família um Feliz Natal, que o menino Jesus esteja presente não só neste, mas em todos dias do novo ano que esta por vir...Feliz 2014!
    Beijos carinhosos
    Marilene

    ResponderExcluir
  14. Homenagens são sempre belas quando nascem no coração. Sentimos dores e alegrias e conviver com perdas é muito difícil . Não sei lidar com elas e recorro a Deus para o necessário conforto. Seu poema é bem diferente dos que tenho encontrado. Confesso que o li várias vezes para apreender, adequadamente, o sentido da mensagem. É rico e belo. Parabéns por estar entre os blogs que mereceram o "Xícara de Ouro".
    Desejo-lhe um Natal de harmonia e união, ao lado daqueles que lhe são queridos. Abraço.

    ResponderExcluir
  15. Olá, querido Augusto!

    Já estive, ontem, aqui, para comentar, só que não tive palavras, à altura da sua escrita, e me fui.
    Hoje, um pouco "resignada", mas determinada, voltei, porque você construiu o poema mais belo e racional, que já li, até agora.

    A palavra NANO domina todo o seu escrito, que é bem superior, acima da inteligência dos simples mortais.

    Sua irmã partiu, mas, como católicos que somos, acreditamos na ressurreição dos mortos e na vida do mundo que há de vir.

    BELA HOMENAGEM, DISCRETA, MAS MUITO SENTIDA. DEI OS PÊSAMES A SUA IRMÃ RITA.

    Agradeço seu terno e "provocante" comentário, lá no meu blogue.Então, "eu" sou mulher fera, é?

    FELIZ NATAL E BOM ANO NOVO PARA VOCÊ E SUA FAMÍLIA!

    Beijos, com ternura, da Luz.

    ResponderExcluir
  16. OI AUGUSTO!
    LENDO TUA POESIA, NOS SENTIMOS, SEM PALAVRAS E QUASE FAÇO COMO A "LUZ" O FEZ, FOI EMBORA E DEPOIS VOLTOU.
    MAS, MESMO SEM SABER O QUE ESCREVER, APENAS TE DIGO, DESEJO QUE ESTEJAS EM PAZ, QUE TUA FAMÍLIA SE RECUPERE LOGO DESTA PERDA IRREPARÁVEL, DE UMA IRMÃ, MAS, QUE NA CERTA ESTÁ LÁ NO ALTO PEDINDO AO "PAI" FORÇAS PARA QUE SEUS IRMÃOS CONTINUEM, POIS ASSIM DEVE SER.
    UM FELIZ NATAL A TI E TEUS FAMILIARES.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Parabéns pelo xícara de ouro foi merecido.
    Meus sentimentos pela perda da sua irmã, a canção ficou simplesmente emocionante.
    Apesar da saudades e dor, desejo a vc e toda sua família boas festas que o ano de 2014 traga coisas boas.

    ResponderExcluir
  18. Olá Augusto:
    Hoje estou passando pra agradecer por todo carinho que compartilhamos nesse ano e espero poder continuar a desfrutar da sua AMIZADE nos próximos anos.
    Desejo á você e sua família um Natal abençoado e que 2014 chegue carregado de boas energias.
    Bjs.:
    Sil
    http://meusdevaneiosescritos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Augusto
    Ler teu poema é sempre um deleite. E como é bom poder sorver cada linha da tua belíssima tessitura meu amigo
    Desejo que você consiga realizar em 2014 todos os sonhos que ficaram pendentes em 2013 e que no ano vindouro você tenha 2014 motivos para sorrir. Que a felicidade seja seu par constante nas trilhas da vida. Que os seus caminhos sejam atapetados com chuvas de pétalas perfumadas para que o seu coração não conheça mágoas e nem tristezas. Um feliz e abençoado natal para você e os seus.
    Gracita

    ResponderExcluir
  20. Oi Augusto,poucas vezes trocamos palavras através de comentários,mas estou aqui para
    desejar à você um Feliz 2014 e meus sentimentos pela perda da sua irmã.
    Abraços
    Carmen Lúcia-mamymilu

    ResponderExcluir
  21. Olá, Augusto!

    Tudo bem com você? Já de férias, creio.

    Espero que teu natal tenha sido bonito, solidário e profícuo.

    TE DESEJO UM NOVO ANO REPLETO DE VENTURAS.

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  22. Amigo, vim agradecer sua atenção e o prazer das suas visitas em 2013 e me desculpar pela demora em te fazer visitas. Estive com um problema nos olhos, graças a Deus estou quase que totalmente recuperada. Fiquei preocupada, mas provavelmente foi uma alergia.
    Não poderia deixar de passar aqui neste penúltimo dia do ano e dizer que o nosso caminho é feito Pelos nossos próprios passos. Mas a beleza da caminhada, depende dos que vão conosco
    Assim, neste NOVO ANO que está próximo de se iniciar, possamos caminhar mais e mais, juntos, em busca de um mundo melhor,cheio de PAZ.
    Obrigada por ter passado comigo, este ano de 2013, com uma palavra amiga, sempre quando precisei, como se do outro lado da telinha, você entendesse os meus sentimentos e o que estava precisando, principalmente de uma palavra amigo.São os mistérios deste mundo virtual . Criar laços de amizade, sem nunca termos nos encontrado, sem nunca termos trocado apertos de mão e abraços.
    Que possamos em 2014 continuarmos e fortalecermos mais esta nossa amizade.
    FELIZ E ABENÇOADO 2014, QUE ELE SEJA MESMO UM ANO NOVO EM SUA VIDA E SEUS FAMILIARES.
    FELIZ ANO NOVO!!!
    Abraços da amiga Lourdes Duarte
    http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

A configuração de comentários foi ativada.

Obrigado por passar neste espaço.
Deixe sua participação.