domingo, 1 de setembro de 2013

Xeque mate

Agnóstica, chegou de mansinho.
Plástica, metamorfoseando se fez.
Fantástica, por dominar-me de vez.
Pernóstica, se esvaiu bem de fininho.
Acróstica, meu nome disse baixinho.
Metafísica, aprisionou-me no xadrez.
Metafórica, esperei-a como indez.
Pirotécnica, caí feito patinho.
Estratosférica.
Maquiavélica.
Hiperbólica.
Frenética.
Exótica.
Épica.
Bis!




32 comentários:

  1. Olá Augusto,é um grande xeque mate!

    Prazer em conhecê-lo e entrar sem pedir licença em seu espaço.
    Vejo muitos amigos por aqui.
    Se gosta de poesias e contos faça uma visita quando quiser em meu blog,que será muito bem vindo.

    abraços
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Augusto
    Xeque-mate!
    Que jeito lindo de fazer poesia.
    Não tenho nem palavras para decifrar a sua beleza.
    Seus dois blog estão na minha lista, já vou para o outro.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  3. Que bacana Augusto! Bem intenso...
    Gostei muito tambem do desenho que se formou com a arrumaçao das palavras.
    Ficou lindo!

    PS:Muito obrigada pela visita ao atitude.

    Um abraço.



    ResponderExcluir
  4. Olá, caríssimo colega!

    Quanto tempo!

    Provavelmente, já nem lembra de mim, mas eu lembro de você, e muito bem.

    Que maneira, artística, direi mesmo, de fazer, construir poesia.

    BIS, DIGO EU.

    Boa semana.

    Abraço da Luz.

    ResponderExcluir
  5. Olá meu querido amigo!
    Tua escultura poética ficou magistral . Um exuberante xeque mate
    Beijos com carinho
    Gracita

    ResponderExcluir
  6. Fiquei encantada com esse poema simplesmente maravilhoso.

    ResponderExcluir
  7. Deslumbrante... me voy deslumbrada, me has sorprendido gratamente.
    Gracias por la vista, bella noche!

    ResponderExcluir
  8. Espetacular, Augusto.

    Regaste em cada linha com uma gota sensacional de admiração.

    A orquídea até ficou ruborizada diante de tamanha devoção.

    Um abç!

    ResponderExcluir
  9. Augusto:
    Fiquei tão emocionada e sem palavras para agradecer seu comentário sobre o niver do meu blog, que a única forma que encontrei, foi fazendo um post.
    Depois me visita pra conferir, ok.
    Bjs.:
    Sil
    http://meusdevaneiosescritos.blogspot.com.br/2013/09/um-comentario-especial.html

    ResponderExcluir
  10. Olá, visitando um blog em comum, vi uma postagem sua e senti em vc um homem diferente. Sei lá, mais intenso, mais audacioso, carinhoso e dedicado.
    Raro hoje em dia, dá para se contar nos dedos de uma mão...
    Daí, a curiosidade e vir aqui, ler um pouco e querer voltar sempre.
    É o que farei.
    bjs
    Ritinha

    ResponderExcluir

  11. Olá Augusto,

    Simplesmente fantástico.
    A construção é muito interessante.
    Um Xeque-mate perfeito.
    Adorei.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  12. Olá Augusto,

    Intenso esses versos, alguém deixou-se vencer de propósito...rs

    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Um poema que demonstra não só o talento do autor como a inteligência do mesmo, parabéns adorei, bjos Luconi

    ResponderExcluir
  14. Fatale.

    Essa poesia fala do tesão (e aqui vou me apropria da obra do poeta)

    Abraços, grande Augusto!

    ResponderExcluir
  15. Uiiii arrasou nas palavras ai heim
    e acabou ficando muito belo, só vc
    mesmo pra fazer sucesso no que escreve...bjussssssss

    Abraços com carinho

    └──●► ¸.·*´¨) ¸.·*Rita!!

    ResponderExcluir
  16. Olá!Boa tarde
    Augusto
    Espero que esteja bem com o amigo!Comigo, tudo!
    ...sobre a construção poética,perfeita!
    ...por vezes, relativizar aquilo que nos apresenta, faz ver além do óbvio e circunstancial,mas, ciente das nossas virtudes, fraquezas e limites, perdemos para ganhar ou seja,deixamos ser vencidos, ou será seduzidos?... para obter o bis...se é que me entende!
    Agradeço pelo carinho
    Bela semana
    Abraços

    ResponderExcluir
  17. E no final ainda pediu bis...hehehe!
    Interessante o poema, diferente do que costumo ler.

    ResponderExcluir
  18. Que lindo! Quem me dera possuir esse talento que vc tem para fazer poesias!? Tenha um final de semana sob os cuidados do PAI!

    ResponderExcluir
  19. Fascinante hein professor
    é uma boa poesia.para se refletir,muito interessante
    nunca tinha lido nada assim....
    Franciele 39 3°B
    Nathali 30 3°B

    ResponderExcluir
  20. Ae professor , bela poesia gostei muito do seu jeito de escrever , e que belo xeque mate que você deu em todos em , e o final ainda ficou ainda melhor , começa bom e ainda vai melhorando. Gostei muito dessa sua poesia e ainda fiquei com vontade de jogar xadrez , se você souber qualquer dia vamos jogar uma partidinha , para você tomar um banho de mim e perder feio , por que eu sou ótimo no xadrez e porque contra mim você não tem jeito .
    Wilian N°37 2°A

    ResponderExcluir
  21. Gostei muito, parabéns! Otimo texto.
    nº: 24
    2ºA

    ResponderExcluir
  22. Ae professor , que bela poesia você fez , gostei muito dela e do jeito que você usa as palavras para a rima , mais que belo xeque mate que você deu em todos em , bom é isso meu comentário mais eu quero ver você ganhar de mim numa partida de xadrez porque contra mim você não tem como ganhar , qualquer dia marcamos . Vamos ver se você saber jogar xadrez tão bem como sabe escrever poesias.
    Wilian Luis N°37 2°A

    ResponderExcluir
  23. Xeque-mate!
    Que jeito lindo de fazer poesia.
    Não tenho nem palavras para decifrar a sua beleza.
    Parabéns Augusto pela linda poesia
    Rafael 2°A N° 27

    ResponderExcluir
  24. Gostei da poesia, muito boa! São poesias que fazem nós refletirmos bastante.
    renan coelho - 2°A - n°29

    ResponderExcluir
  25. xeque mate Plástica, metamorfoseando se fez.
    Fantástica, por dominar-me de vez.
    Pernóstica MATHEUS CLAUSEN 2°A N°22

    ResponderExcluir
  26. gosto muito de poesia , pois a sua é uma que prende o leitor a entender , e expressar seus pensamentos !
    parabéns augusto ;

    Wellington Henrique / n°47 / 2°G

    ResponderExcluir
  27. Nunca li uma poesia dessa, muito legal, criativa. È para se pensar. Gabrielle n°13 3ºB

    ResponderExcluir
  28. Que bela poesia, professor! Expressou bem o encanto que podemos sentir ao ver coisas ou pessoas! Encantador e inspirador!

    Júlia nº15 2ºA

    ResponderExcluir
  29. Adorei esse poema . Realmente tem que conhecer as palavras para escrever um poemas assim em bem complexo :)




    Wagner 2ºa nº 43

    ResponderExcluir
  30. o texto e muito interessante demonstra todo o talento do aitor essa poesia mostra que podemos passar por cima de tudo e da a volta por cima 2ºc alexaparecido zanelli pereira nº1

    ResponderExcluir
  31. Eu adoro ler os seus textos, e esta poesia então foi feita para mim.
    Obrigada professor, por você ser assim tão especial!
    Te acompanho em silêncio, mas não deixo de lhe acompanhar.
    Sua leitora que te admira!

    ResponderExcluir
  32. O mesmo encanto que te causo, você causa em mim, e será sempre assim!

    ResponderExcluir

A configuração de comentários foi ativada.

Obrigado por passar neste espaço.
Deixe sua participação.