sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Estou amando


Estava pensando, sonhando acordado.
Fiquei assustado, estava amando.
Bem pensado, não estava errando.
Se errado estava, seria perdoado.

Não encontrando o que amava,
pensando andava flutuando,
sofrendo me achava perguntando:
onde estaria o que amando estava?

Do meu lado estava o que era amado
e, não enxergando, vivia sofrendo,
sentindo ser amado por quem amava.

Você era o que estava buscando.
E como amava! Fiquei admirado
encontrando o que ansiando procurava.

14 comentários:

  1. Nada mais gostoso do que encontrar o nosso verdadeiro amor né?
    E aí por ele vale a pena lutar...
    Sempre..
    Adorei o poema..
    Um beijo mais que carinhoso e uma tarde especial viu?

    ResponderExcluir
  2. Olá, Augusto!

    Poesia, também?
    Quem escreve tão bem, quanto você, se adapta a qualquer género literário.

    Então seu "eu-lírico" ou você está amando. Isso é maravilhoso.
    Encontrou não a cara metade, mas a totalidade dela.

    Gostei muito de seu soneto. Simples, harmonioso e de estrutura perfeita.

    Lindo domingo, com amor.

    Abraço da Luz.

    PS: novo post no meu blog "Luzes e Luares". Obrigada.

    ResponderExcluir
  3. Muito intenso e belo seu texto!

    Parabéns!

    Bjos

    ResponderExcluir

  4. Que bom quando encontramos perto de nós a quem procurávamos.
    Obrigada Augusto pelos teus comentários em meu blog,sempre gentil e muito observador. Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Oi Augusto :)
    Poema bonito e sofisticado.
    Gostei muitíssimo.
    Um abraço \o/

    ResponderExcluir
  6. Lindo seu espaço.
    Ja seguindo
    volto com calma.
    Lindo final de domingo

    Catiaho Reflexo d'Alma

    ResponderExcluir
  7. É que procura acha...... e realmente só descobrimos que estamos amando quando nos pegamos fazendo exatamente isso pensando refletindo sentindo... o amor esta sempre ao nosso alcance basta sermos sensíveis a ele..

    ResponderExcluir
  8. Sonhar nossos sonhos, acordados ou não, o importante é ter sonhos.

    abraço

    ResponderExcluir
  9. Olá presado Augusto,
    Vim agradecer a sua amável presença e comentário lá no meu recanto, seja sempre muito bem vindo quando desejar e poder.
    Lindo seu poema!
    tenha uma abençoada semana!
    Abraço fraterno!
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  10. Gostei...é tão bom descobrirmos o amor!!

    ResponderExcluir
  11. Olá Augusto, que lindo Soneto, pois é, estás a amar e amando a gente vira poeta mesmo!
    Adorei, como sabes, amo escrever prosas e poesias, tudo depende do momento e da inspiração!
    Grande abraço poeta!

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pelo lindo blog. Obrigada pela visita e já sou sua seguidora

    ResponderExcluir
  13. Mais q linndoo,pelo visto este poema explica claramente ,um alguem q percebeu esta apaixonado,só q a pessoa estava o tempo todo perto,sempre ali e nunca tinha percebido,quando percebeu ficou bem feliz.
    foi oq eu entendii... muito lindo
    (Natasha,2°D-nº28)

    ResponderExcluir
  14. O poema fala de alguem que procurava ansiosamente por carinho,atençao,amor e o fim, o fim de sua procura para quem acredita em amor o poema é bem convencente! poema muito bonito! Anali-03-2D

    ResponderExcluir

A configuração de comentários foi ativada.

Obrigado por passar neste espaço.
Deixe sua participação.