sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Plágio

O advento da internet trouxe à baila uma questão antiga, mas nunca tão discutida quanto na atualidade. Essa questão trata do plágio, ou seja, do roubo deliberado de produção alheia, seja ela literária, plástica, musical etc. Essa prática de copiar e de colar virou um vício moderno. São poucos os que realmente se dedicam a produzir e muitos os que se apoderam dessas produções e as usam como se fossem suas, levando também o crédito que não lhes pertence. Como a internet é um campo de todo mundo e de ninguém, porque não há dono, todos se acham livres para copiar e colar o que quiser. Sendo assim, usurpar pedaços de produções e compor um mosaico delas implica uma reinvenção e repetição de contextos, formas, ideias e conteúdos sem fim, uma rede infinita e interminável de sequências que alteram tudo e se transfiguram em outras sequências, como nos fractais. Nunca a Teoria do Caos pode ser tão aplicada. Todavia, o plágio tem sido objeto de estudo do Direito Autoral porque é um problema jurídico, é um roubo, ou, no jargão internetez, é pirataria. Seus estudos enveredam principalmente pelo campo da linguagem, observando as diferenças entre a intertextualidade e o plágio, assim como os artifícios linguísticos usuais de dissimulação da produção alheia. Para tal, é necessário rever como a sociedade compõe seus conceitos de autoria e como autores se posicionam ante a questão. Porém, num tempo em que a informação é um bem valioso, apoderar-se dela, dos mecanismos e até dos espaços onde os autores produzem ou postam suas produções (site, blog, e-mail etc.) passou a ser não apenas uma vantagem, mas uma espécie valor. Nem é preciso pensar, gastar tempo e dinheiro, como se tudo já tivesse sido pensado, criado e postado e esse campo não é algo seguro, como muitos pensam. O pior é que a prática se faz sem culpa, já que todos fazem, qualquer um se sente também no direito e ninguém pode culpar todo mundo, não é? E você, leitor, já foi plagiado? Já teve seu espaço invadido e pirateado? Tem plagiado também? Qual sua opinião sobre o assunto?

24 comentários:

  1. Olá Augusto, bom post, é assim mesmo que se deve alertar os que praticam esse ato, fui plagiada um única vez, no orkut, mas nem liguei, deixei pra lá!
    Não plagio, quando posto algo que não é meu dou os devidos créditos.
    Mas uso às vezes frases dos grandes da história como todo mundo, mas com o nome do autor!
    Abraços meu amigo, bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  2. Isto é um tema bem complexo, tenho muitos textos, contos e poemas de minha autoria, mas também tenho post com trabalhos de outras pessoas como fotos manipuladas, dicas de reciclagem e etc.., sempre posto o link de onde encontrar a matéria ou trabalho e claro o nome do autor a não ser que esteja no Google e não consegui achar, será errado?
    Textos de outros autores não coloquei nenhum, claro se for divulgar será com a autorização do autor, já fui plageada completamente a pessoa nem se deu ao trabalho de indicar meu link, mas recebo avisos de quando isso acontece, entrei em contato com o blogueiro, que foi educado, disse não saber e colocou meu link, mas se fosse o caso de não ter entrado em acordo com certeza teria denunciado. Mas se formos mais a fundo são raríssimos os blogs que não possuem algo da web, salvo escritores que postam seus poemas.
    Resumindo, se for para copiar não tem problema, mas deve pedir a autorização do autor, creio que assim não teremos problemas, sem autorização é crime.

    ResponderExcluir
  3. Plágio é horrível, copiar alguém ao invés de descrever seus próprios textos é o fim da picada.

    Ps. O Tempo e o Vento de Érico Veríssimo é uma obra incrível, dei o mesmo título ao meu poema pela intensidade das palavras, mas nao tem nada a ver com a obra original, nao é plágio nao..rsrsrs

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Olá Augusto,boa noite :)
    Texto pertinente...
    Posto citações e pensamentos de escritores conhecidos (ou não),mas sempre cito o nome do autor.
    Jamais teria coragem de pegar um texto alheio e me passar como a autora.Isso seria ridículo.
    Abraços \o/
    Bom domingo!

    ResponderExcluir
  5. OI AUGUSTO!
    NUNCA PLAGIARIA, POIS CONSIDERO ISTO UM ROUBO, AINDA NÃO FUI VÍTIMA DISTO, MAS SE O FOR ASSIM PENSAREI DE QUEM ME PLAGIOU, NÃO PASSA DE UM LADRÃO.
    GRATA POR TUA VISITA NO "SÓ PRA DIZER", VOLTE SEMPRE É UM PRAZER RECEBÊ-LO.
    ABRÇS
    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  6. Augusto eu não sei se fui plagiada, afinal das contas o universo da internet me parece infinito, não costumo copiar e colar, caso eu vá homenagear um amigo, postando um texto seu eu primeiramente o aviso e também dou a ele os devidos créditos, assim não é plagio e divulgo o meu amigo,mas gostei muito do teu alerta, porque já li muito plagio no Recanto das Letras, li a poesia em uma página e dias depois em outra página e os dois poetas assinavam como sua, vi uma senhora plagiar um pensamento chinês que eu conhecia e assinar como seu,e fazer o quê, não ia adiantar eu avisar iria comprar briga, então deixei pra lá mas muito indignada, papai já dizia um tostão é meu é meu, e se é teu é teu, simples não? beijos Luconi

    ResponderExcluir
  7. Voltei para conferir o assunto, pois é, tem muito disso na internet, pessoas muitas vezes são de má fé, mas ainda bem que nem todas, dificilmente me vejo em situações assim, portanto acredito que o que manda mesmo é nossa consciencia, pois sempre sabemos quando erramos ou acertamos, e acredito que consciencia pesada logo cai na real.
    O espaço está cada vez mais concorrido, ainda bem que pessoas denunciam, as leis vão aos poucos se ajustando as novas realidades, ainda bem!
    Grande abraço amigo poeta e professor sábio!

    ResponderExcluir
  8. Olá amigo, tema polêmico esse, eu não bloqueio as minhas fotos e sei que são copiadas, outro dia mesmo a foto de um Siri que eu tirei na praia foi parar no Face de um Romeno, rsr, fazer o quê, se não bloqueei a pessoa copia e pronto, sinceramente eu não ligo, mas gostaria que a pessoa pusesse de quem é a foto, enfim, eu copio imagens do Google qdo preciso, mas não gosto, gosto de colocar minhas próprias imagens, só o faço qdo não tenho material p ilustrar o que estou dizendo mas sempre procuro a fonte p especificar! Já os trabalhos da minha filha e de tantos outros adolescentes tem sido assim mesmo na base do Ctrlc Ctrlv rsrrs mas com aval dos professores, então fica difícil! Uma ótima semana! Tem sorteio de natal no Blog tá se quiser participar seja bem vindo! Abraçosss

    ResponderExcluir
  9. Olá pessoal! Não se deve confundir o plágio com o que se diz intertextualidade, pois aquele é o roubo de uma obra, seja ela de qualquer natureza, e esta é a recomposição de uma parte (frases, fotos, pensamentos, ideias, receitas etc.), porém com o cuidado de registrar os devidos créditos do autor. Sendo assim, ela é até benéfica porque divulga os reais criadores. Confiram que a Vanessa (Escritora de Artes) usou um título de Érico Veríssimo para um de seus belos poemas e isso não configura plágio. Ademais, não foi minha intenção acusar ou denunciar quem quer que seja, mas sim uma prática que se estabeleceu num campo de todos e de ninguém, daí a necessidade do respeito incondicional à produção alheia. Abraço a todos.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia Augusto... eu concordo com você, quando a pessoa copia algo e dá os devidos créditos eu acho que é uma forma de divulgação..

    Olha só.. uma vez você deixou um comentário no meu blog.. elogiando uma prato que eu tinha feito, como eu sei que você é vegetariano, e como tenho mais alguns leitores que também o são eu resolvi criar um dia em especial pra postar receitas vegetarianas..
    Já se foram 03 semanas e essa semana tem mais..
    Quando você puder visitar o Blog às sextas-feiras, será um prazer receber você por lá..

    Um abraço carinhoso e uma semana linda viu?

    Sheila

    ResponderExcluir
  11. Augusto,um tema para conversar por horas!Já fui plagiada várias vezes e confesso que tenho um blog de plagios: o Recanto dos autores.Ali,eu posto textos de todos os amigos blogueiros,inclusive já postei seus,mas coloco sempre o nome e link do autor.Minha intenção é boa,valorizar outros autores,divulgar bons textos,blogs,livros...não sei se isso é crime,mas eu acho que não pois nunca me coloco como autora.bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  12. Olá Augusto, fiquei emocionada com suas palavras a minha poesia e ao meu blog. Você é uma pessoa autêntica e de adorável gentileza !!Obrigada, obrigada!!
    Quanto ao plágio, sei bem que corro esse risco porisso deixo no meu blog a lei do Direito Autoral-
    * Respeite o Autor - Lei 9610/98 - Artigo 184 do Código Penal Brasileiro.
    Maravilha de texto, amigo, Parabéns!!! Beijos!!!

    ResponderExcluir
  13. Para Anne. Não considero seu blog como um espaço de plágio, mas sim de divulgação porque seu propósito está claro. Além do mais, sempre observo os nomes dos autores, suas características e os devidos créditos. Continue com essa divulgação, assim mais leitores se deleitam e ficam conhecendo gente maravilhosa, que cria e recria, principalmente no campo da literatura. Abraço!

    ResponderExcluir
  14. Olá como vai.. vim retribuir sua visita em nosso espaço...
    Graças á DEUS nada dessas coisas aconteceu comigo.. talvez tenham copiado algum texto em si.. mas nada grave.. Mas creio que muitas outras pessoas ja foram plagiadas por essas outras.. pois tds temos acesso livre a internet uns a usam para um benefício outros mentes vazias a usam para fazer seus golpes infelizmente.. e sempre que copio algo de outro espaço procuro colocar a fonte e os devidos méritos de tal pessoa um abraço e fica com DEUS..

    ResponderExcluir
  15. Augusto,
    me esforço muito em meus posts, para que eles sejam orginais e bem escritos. Plagio, tô fora! Até por que acho uma das piores formas de mal caratismo.
    Se fui plagiada, não sei! Tenho alguns filtros em meu blog e frequentemente passo em outros, nunca detectei nada. Quem me publicou sempre pediu autorização.
    Mas ninguém está livre, então pode ter certeza que vou espernear, já apoei blogueiros que foram plagiados, ou melhor copiados na cara dura, reclamei no blog do ladrão, compartilhei no FB e fiz post detonando com endereço do link. Afinal rede social tem que servir para alguma coisa boa, rs
    abs
    Jussara

    ResponderExcluir
  16. Olá Augusto!

    O plágio é uma inconsciência, por vezes, tem malvadez à mistura.
    No meu blog uso textos da minha autoria e nas fotos, coloco os links quando não são minhas.
    Não gosto de copiar e não o faço. Já fui vítima de plagio, após ter publicado o meu livro... Neste post relato tudo:

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.pt/2012/08/pragas-na-internet-ladrao-virtual.html

    Desculpa só vir aqui hoje, mas tenho estado doente. Eis o link da postagem:

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.pt/2012/11/voltei.html

    Obrigada pela visita.

    Beijos,

    Cris Henriques

    ResponderExcluir
  17. Li com interesse e lhe dou os parabéns. Infelizmente o plágio acontece e é muito triste que aconteça.
    Bj,
    Leonor e obrigada por sua visita. Gostei muito e volte sempre lá :)

    ResponderExcluir
  18. └──●►
    Bom dia de domingo, vim deixar meu abraço, mais uma vez dar meus parabéns pelo post e por sua presença
    amiga no meu Cantinho, bjusss!!
    └──●►

    Se um dia errei,aprendi com o Tempo
    Que a minha maior virtude,é reparar
    a Tempo meu erro.

    (Rita Sperchi)
    └──●►

    ResponderExcluir
  19. Já fui plagiada sim, em posts e imagens, mas no geral não levo a mal, tento resolver numa boa, muitas vezes a pessoa não tem consciencia da falta que está cometendo.òtima reflexão, gostei.

    Beijo no coração,uma semana iluminada !
    Lílian -Blog:”Duas Moças Prendadas!”

    ResponderExcluir
  20. Além de ilegal é imoral, no minimo, deve-se citar a fonte, o que na maioria das vezes não acontece.

    Mas você, no post, se esqueceu de citar as imagens, digo isso porque tive a imagem que ilustra o blog Serra de Minas, usada sem meu conhecimento e autorização. E olha que estava no Wikipedia, quando cobrei os créditos o administrador disse que não era necessário, pois a Wikipedia é uma biblioteca pública.

    Não concordei e disse que iria denuncia e provar com o original, ao invés dos créditos preferiram tirar. Mas já descobri ela em outro blog que insiste em não identifica-la.

    Parabéns pelo post e o convite

    abraço,

    ResponderExcluir
  21. Como faço para denunciar o plágio de um livro de um autor estrangeiro. O livro foi totalmente plagiado, todas as falas, apenas mudaram o nome dos personagens. O original é mt bom e a cópia foi vencedor de um concurso cultural.

    ResponderExcluir
  22. Joyciane Morais - 2°A8 de outubro de 2013 11:02

    sim eu concordo, que com a internet ninguém é dono de nada, mais acho assim, ultimamente as pessoas não ligam mais pra que tal pessoa vai pensa e pra que tal pessoa vai magoua .. então é capaz de um próprio amigo plagiar o outro, se ele ver que esse amigo vai ganhar dinheiro com uma tal coisa, ou não , ele só que saber de plagiar .

    ResponderExcluir
  23. Porém, num tempo em que a informação é um bem valioso, apoderar-se dela, dos mecanismos e até dos espaços onde os autores mas se fosse o caso de não ter entrado em acordo com certeza teria denunciado. Mas se formos mais a fundo são raríssimos

    matheus clausen 2A N=22

    ResponderExcluir

A configuração de comentários foi ativada.

Obrigado por passar neste espaço.
Deixe sua participação.