sábado, 12 de maio de 2012

Insanidade ou ignorância?

Um dia, eu disse ao Rogastone que ele, assim que completasse dezoito anos, poderia juntar seus documentos, como o Registro de Nascimento, Registro Geral e Título de Eleitor, levar ao Cartório e requerer a troca de seu nome e dos documentos. Percebi que sofria constrangimento a ponto de afetar o seu desenvolvimento pleno como um se humano. Expliquei isso a ele e, então, um sorriso, que ainda não havia visto naquele rosto imberbe, se abriu juntamente com um brilho nos olhos arregalados. Verdade, “fessor”? Sim, é verdade. A lei garante a alteração àqueles que possuem um nome estranho e muito fora dos padrões, pois o nome é uma das marcas da identidade da pessoa. De uma lista que fiz, escolheu o nome Cassiano. Identificou-se com ele e pedia a todos que o chamassem pelo seu novo nome. A homenagem que seu avô fizera a um antigo jogador de futebol do Milan só lhe rendera chacotas e muitos apelidos. Agora, era só alegria! E assim foi com a Mary Help, que hoje se chama Gabriele, e com a Madeinusa (Made in USA), que virou Cassandra. O Tédio foi para uma casa correcional e a Monalisa engravidou aos dezesseis. Não sei por onde andam o Letisgo (Let’s go!), as gêmeas Lêndia e Leida, o Ronivon, o Truman Capote da Silva, o John Lennon, o Jhonny Boy, a Brigite Bardô (ops!) de Oliveira, o Rivelino, a Eutanásia Pereira e tantos outros. Estão por aí pagando pela insanidade dos pais, carregando nomes com os quais nunca se identificarão. Há aqueles pais que misturam seus nomes para homenagear a si mesmos e o resultado é uma catástrofe que o infeliz do filho terá de levar para o resto da vida. Outros pais escolhem nomes estrangeiros e vemos coisas do tipo: Ualas (Walace), Óxtu (Washington), Djeime (James), Deivide (David) e outros desastres. A lista é imensa, até circula uma pela Net e rimos a vontade quando a lemos. Em alguns países, é proibido nomear filhos com essas esquisitices que acontecem por aqui. O diferente é até aceitável, mas quando raia a loucura ele se torna um empecilho ao desenvolvimento natural da pessoa, que é garantido até pela Constituição do Brasil. Procurar um nome diferente para o filho até pode, o que não pode é expô-lo ao ridículo. Será que esses pais não pensam que estão causando um estrago irrecuperável na constituição da identidade do filho? Até onde pode ir essa extravagância?

13 comentários:

  1. kkk gente se os meus pais tivessem me dado um nome assim já teria alterado com certeza são tudo uns sem noção, juntar os nomes é trágico.Esses dias mesmo vi uma reportagem que de cada 3 meninos nascidos no Rio um era Neymar, kk Então chego a conclusão que é insanidade pura.

    ResponderExcluir
  2. Tudo doido de pedra dar nomes assim na época de escola tinha uma amiga que chamava Rimaria, o pai era Ricardo e a mãe Maria se acha coitada mas vi bem piores kkkk

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho algumas amigas com nomes que causam constrangimento por isso usam apelidos.
    Para mim é insanidade pura quando fui escolher o nome dos meus filhos tentei ser o mais sensata possível, já minha irmã escolheu nomes americanizados aos filhos que hoje em dia a culpam pela ignorância.
    Fiquei honrada por seguir meu blog humilde, seja bem vindo.

    ResponderExcluir
  4. Eu acho uma ignorância os pais querer colocar os nomes mais bizarros nos filhos, por achar que ele vai gostar, mas eles não costumam olhar ao redor e ver que isso pode causar um certo constrangimento. Só querem pensar em si mesmos e começam a juntar começo do nome de um e fim do nome de outro, isso pode excluir uma criança, um adolescente, um jovem, qualquer pessoa que seja... Eu acho certissímo você aconselhar eles a mudarem de nome quando tiverem dezoito anos, pelos menos eles vão até ver o mundo de outra forma sendo quem eles realmente querem ser. Beijos Professor ^^
    Júlia 2ºA -AB.

    ResponderExcluir
  5. eu acho que isso e um direito mesmo da pessoa trocar de nome se sentir costrangida e uma ignorançia os pais colocarem nomes bizarros nos filhos.

    jhonata 2c AB

    ResponderExcluir
  6. Rafaela Ramos 2C AB
    Na minha opiniao, no próprio cartório deveriam avaliar o nome em que os pais gostariam de pôr em seus filhos, para que mais a frente, ele nao passe por constrangimentos, ou chacotas de amigos. Por isso [i]pais[/i], pensem melhor na hora de querer colocar um nome estranho em seus filhos ;)

    ResponderExcluir
  7. Josiane de Macedo Oliveira7 de junho de 2012 13:59

    Eu acho que é tanto insanidade quanto ignorância.
    Ignorância porque muitos pais não tinham uma formação adequada e com isso colocavam o nome da mesma forma como pronunciavam e acabavam registrando seus filhos com o nome escrito de forma errada.
    Insanidade porque não é vendo um rotulo de alguma coisa, achar legal e colocar o nome no filho e nem querer misturar os nomes. É melhor colocar um nome tradicional do que causar um constrangimento enorme no seu filho.

    Josiane - 2ºA - Américo Brasiliense

    ResponderExcluir
  8. Giovanni de Macedo-2°A-Américo Brasiliense

    Eu acho que isso deveria ser visto com muito mais cuidado não só pelos pai mais também pelo cartório,muitos pais não têm o conhecimento possível,talvez nunca estudaram e isso dificulta muito na escolha,e o pior os filhos pessoa fica muito constrangida.

    ResponderExcluir
  9. é engrassado kkkkk' . mas isso nao e justo os pais escolhem nomes ridiculos para nos como " Ragastone " e agente tem que arcar com as concequencias como, ser motivo de piada na escola, isso nao e certo. Vamos melhorar as escolhas dos nomes dos filhos viu senhores ruuun'


    WENDER HENRIQUE P. GOMES N° 33 2°C AB.

    ResponderExcluir
  10. Na minha opinão eu acho que se os pais dessas pessoas resolveram colocar esse nome nelas concerteza eles(a)gostaria de se chamar assim;


    Joã Victor 2°A Americo Brasiliense

    ResponderExcluir
  11. Tanto Insanidade quanto Ignorância
    Os pais acham bonito juntar seus nomes e colocar no filho, mais talvez esses pais não pensem na humilhação que seus filhos podem passar.por serem vitimas de brincadeiras de mal gosto quem tem nomes desse tipo acaba tendo um mal rendimento na escola,por isso é preciso pensar primeiro no bem estar do seu filho antes de querer se alto homenagear

    Mirele 2°B AM

    ResponderExcluir
  12. Eu acho isso muito estranho os pais querer colocar nomes diferentes
    nos filhos,acho que o cartório não deveria registrar
    pessoas com nomes fora do padrão
    e sim pedisse para os pais colocar nomes
    normais e não nomes bizarros

    Matheus 2ºA Américo Brasiliense

    ResponderExcluir
  13. Olá Augusto!

    Tudo bem?

    Espero que sim.

    Nesta correria de afazeres dividida entre trabalho, escrita, moderar comentários e responder nos blogs dos amigos, blogar, etc às vezes, não conseguimos visitar a todos. Mas no entanto, finalmente consegui vir aqui.

    Obrigada, agradeço a tua visita.

    Em relação ao post, concordo contigo. Muitos pais atribuem certos nomes aos filhos sem terem consciência do embaraço que lhes podem causar. Em Portugal, as coisas não são assim e ainda bem.

    Um beijo,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderExcluir

A configuração de comentários foi ativada.

Obrigado por passar neste espaço.
Deixe sua participação.